VOLTAR

Inovação

Como encontrar informações estratégicas para o seu projeto a um custo relativamente baixo?

Talvez você não tenha se dado conta, mas provavelmente você já fez ou usou o resultado de uma desk research na sua vida. A popular desk research ou "desk" (para os mais íntimos) nada mais é do que a tradução da não tão famosa pesquisa secundária (que é quando você utiliza estudos produzidos por outras pessoas). Ou seja, a "desk" não é sobre coleta de dados e o papel do pesquisador que realiza esse tipo de trabalho é revisar e utilizar as descobertas de pesquisas anteriores.

Uma "desk" é muito eficaz e pode ser conduzida antes de se realizar uma pesquisa de campo, desenvolver um protótipo ou executar um teste de usabilidade, por exemplo. Afinal, faz muito sentido ver o que outras pessoas fizeram no passado relacionadas ao universo do seu novo projeto. Se você não sabe o que aconteceu antes, como saberá se está entregando algo novo?

Além disso, a desk research é mais rápida e barata que uma pesquisa de campo e a maioria das informações básicas pode ser facilmente obtida. Você também passará mais credibilidade e perderá menos tempo quando estiver cara a cara com usuários ou interessados pois diminuirá o risco de fazer perguntas estúpidas ou irrelevantes.

Para que a sua desk research seja mais eficiente é necessário traçar um plano e definir um cronograma. Antes de ir pro Google ou começar a ler relatórios, as informações desejadas devem ser especificadas com algum detalhe, mas também é importante certa flexibilidade e um pouco de criatividade para fazer conexões entre os dados encontrados. Ficar atento a prováveis fontes como "fontes de fontes" também é de extrema importância para enriquecer o resultado do trabalho.

No mundo do design existem várias maneiras de se fazer uma boa "desk", e aqui na Today nós geralmente focamos nas seguintes frentes para conduzir esse tipo de trabalho:

  • Pesquisa histórica: a ideia é olhar o passado para aprender sobre precedentes, melhores práticas e influências que moldam hoje.

  • Eventos atuais: aprender sobre eventos e tendências atuais pode fornecer informações sobre o estado das coisas.

  • Tendências: olhe para quem está moldando o futuro. Muitas vezes startups ou pensadores progressistas estão mudando o status quo. Não se esqueça de investigar os outliers.

  • Análise competitiva: quem são os outros atores nesse espaço? Uma análise competitiva ajuda a encontrar concorrentes diretos e indiretos e a identificar um espaço para entrada.

  • Inovação: veja quais são as mudanças radicais que estão sendo feitas na indústria e como elas reinventam o produto ou serviço.

  • Influências: esteja ciente das forças maiores em jogo, como idade, minoria, habilidades, saúde, demografia, acesso à tecnologia etc.

  • Informações demográficas: dados secundários da sua população de público-alvo que devem ser levados em consideração: idade, sexo, etnia, nível de escolaridade, localização, status socioeconômico etc.

Quanto tempo deve ser gasto na parte de pesquisa de um projeto? Isso dependerá da amplitude das informações buscadas, do tipo de dados e dos recursos a serem usados. É difícil generalizar. No entanto, pode se dizer que a lei dos retornos decrescentes se aplica nesse caso e, após um tempo, a relevância da informação extra cai proporcionalmente ao tempo gasto na pesquisa.

É fundamental sempre validar as informações encontradas. A validação completa requer o retorno à fonte e o entendimento da metodologia usada: ela foi baseada em algum tipo de censo, em uma pesquisa de amostra, em alguma fórmula bruta usando uma razão ou meramente em uma evidência anedótica? Quando possível, deve-se comparar duas ou mais fontes para os mesmos dados (mas tenha certeza de que elas são diferentes).

Vale ressaltar, no entanto, que uma boa análise incorpora pesquisas secundárias, como a desk research, e também as primárias como uma pesquisa de campo. Essa combinação agrega maior valor a qualquer projeto de pesquisa e fornece insights estratégicos para responder a questões de negócios cruciais.

Precisa de ajuda pra entender melhor o cenário no qual o seu projeto está inserido?

Conheça nosso estúdio de estratégia e descubra como a Today pode lhe ajudar com a sua pesquisa.


Por Rodolfo Felipe.